Vanessa de Oliveira. Dicas de amor, sexo, sedução e relacionamentos.

Início / INTRODUÇÃO AO UNIVERSO DO POMPOARISMO

INTRODUÇÃO AO UNIVERSO DO POMPOARISMO

SHARE
1055 0

Diferentes dos animais comuns que “copulam” apenas com o fim de procriação, nós, seres humanos, somos capazes de os relacionar por prazer, por satisfação e saúde

Existem diversas técnicas capazes de apimentar ainda mais a relação sexual com o parceiro: fantasias, acessórios, fetiches. Muitas coisas são válidas para deixar a transa ainda melhor.

Entretanto, as mulheres possuem um segredo capaz de deixar um homem louco! Esse segredo fica melhor ainda quando é bem treinado, pois assim, a mulher terá mais domínio, sabendo usar da intensidade certa na hora da penetração.

Estamos falando do Pompoarismo! E para você aprender mais essa faceta que o seu corpo é capaz de fazer, listamos no post de hoje o que você algumas dicas que te farão ainda mais uma deusa do sexo. Acompanhe!

O que é o Pompoarismo?

Para explicar como fazer, primeiro temos que começar falando sobre o que se trata.

A palavra em si quer dizer “comando mental sobre os músculos cincurvaginais”. Pois pense: não existe malhação em academias para os outros músculos no corpo? Existe também essa técnica para exercitar os músculos da vagina. É algo bem descomplicado. E para começar a praticar, é importante consultar periodicamente um ginecologista. Na verdade, isso é fundamental para a sua saúde com ou sem pompoarismo, então se cuide sempre!

Porque essa prática faz bem?

Esses exercícios ajudam a fortalecer os músculos vaginais, aumentando o prazer feminino e também o masculino durante o sexo. Ele também ativa a circulação pélvica e contribui para o equilíbrio hormonal. Além disso, ele é indicado para casos de incontinência urinária e ajuda a prevenir algumas doenças, assim como a queda do útero. Outro benefício é a redução das cólicas menstruais e a contribuição na autoestima e confiança pessoal da mulher.

Mas, como fazer tudo isso?

Dentro da vagina existem os músculos conhecidos como Três Anéis. Cada um desses anéis possui uma profundidade diferente, indo da parte mais externa até a mais interna, já próxima às paredes do útero. O exercício mais popular neste âmbito chama-se “Exercício Kegel”, derivado do sobrenome do médico ginecologista que costumava recomendar a prática, até então, pouco conhecida no ocidente à suas pacientes.

Para fazer o exercício, você deve inspirar fundo e vigorosamente para, ao mesmo tempo, contrair os músculos ao redor da vagina. O ideal é mantê-los contraídos por cerca de cinco segundos e depois expirar e relaxar os músculos. Faça esse exercício por, aproximadamente, 20 minutos ao dia, o que irá totalizar algo em torno de 350 repetições diárias.

Um ótimo aspecto do exercício é que você pode realizá-lo em qualquer posição: deitada, em pé, sentada no trabalho, durante o banho, o almoço, a volta pra casa, enfim, quando e onde você preferir. Apenas lembre-se que, quanto mais concentrada você estiver, mais bem feito o exercício será.

Usando fortalecedores

Outra forma de fazer os exercícios é com o auxílio de alguns objetos próprios para a prática. A ideia de improviso não é tão recomendada. A vagina é um órgão sensível a inflamações, escoriações e até intoxicação, então: use os brinquedos certos, lindona.

Bolinhas

As bolinhas são macias e ligadas por um fio.

Você deve inspirar e introduzir a primeira bolinha e, usando apenas os músculos vaginais, “sugar” a segunda bolinha, depois a terceira. Após isso, é só puxar os fios gentilmente, é claro, para retirá-las do corpo para depois introduzi-los novamente em repetições. Com o passar do tempo, até a retirada das bolinhas você irá conseguir fazer sem utilizar as mãos.

Cone

Os cones têm o formato semelhante ao de um absorvente interno, cada um de uma cor e com um peso. Coloque-o como se fosse um absorvente e segure-o por cerca de 20 minutos. À medida que for ficando mais fácil, passe para os cones mais pesados.

Tanto com os cones quanto com as bolinhas aconselha-se o uso de lubrificante antes de serem introduzidos na vagina a fim de dar mais conforto. Para limpar, use sabonete neutro e água! Pronto, você vai ser dar e oferecer ainda mais prazer na cama.

E presta atenção, lindona: muitas pessoas confundem o pompoarismo como um conjunto de técnicas voltadas exclusivamente para o sexo… Ledo engano. Infelizmente o “marketing” errou e errou feio. Essas técnicas foram descobertas e aprimoradas por milhares de anos…

É uma técnica milenar do Oriente que se originou na Tribo Africana Ubuntu e foi aperfeiçoada na Tailândia. Os primeiros exercícios surgiram com uma transformação dos exaustivos exercícios tântricos preparatórios para o Maithuna (ritual do sexo sagrado).

Essa transformação foi desenvolvida inicialmente pelas sacerdotisas, amiga, dos templos da Grande Mãe para ser utilizada nos rituais de fertilidade… Está entendendo sobre a realidade por trás dessas técnicas, lindona? Tem muito mais a ver com o desenvolvimento da saúde e da fertilidade da mulher do que com qualquer outra coisa…

Na Tailândia é costume passar as técnicas de mãe para filha, assim  o conhecimento é mantido. E você, amiga… quer aprimorar essas técnicas e saber mais?

Caso você ainda não me conheça, lindona, eu, Vanessa de Oliveira, venho estudando o comportamento humano nas relações já há anos e, como autoridade na área de relacionamentos proponho ensinar às minhas alunas o conhecimento capaz de ajudá-las a se autoconhecerem para se desenvolver num amplo espectro da vida pessoal, social, amorosa, profissional e por aí vai…

Certamente, lindona, ao se inteirar mais sobre os ensinamentos que passo através dos meus cursos, você sairá uma mulher verdadeiramente poderosa. São anos e anos, ajudando milhares de mulheres, amiga e os depoimentos a seguir falam por si, olha só:

Esses são apenas alguns, entre os milhares, dos depoimentos que recebo dia após dia, miga e não param. Eu acredito que, como uma mulher inteligente, se você chegou até aqui, certamente você está disposta e quer muito ir mais adiante, não é mesmo?

Estamos falando de um aprendizado que envolve o conhecimento sobre as estruturas comportamentais e, para isso, amiga, basta você seguir direitinho as minhas instruções e estar aberta para aprender mais sobre si mesma e sobre os homens, que a coisa simplesmente vai acontecer até mesmo sem que você perceba… Quando viu, já foi… tipo isso.

No mais, é sempre bom você estar atualizada e atenta aos sinais, quando o assunto envolver a sua vida amorosa… Eu falo muito sobre isso, e, quer saber: no meu curso você terá tudo isso e muito mais e você pode facilmente se INSCREVER CLICANDO AQUI, no botão abaixo, para passar a ter acesso ao melhor conteúdo sobre relacionamentos, coquista, sedução, atração e tudo mais que abrange a vida a dois…

Dá só uma olhada em todo o conteúdo que você terá acesso, lindona, e vê se dá para deixar passar essa chance:

  • Aprender através de vídeos sequenciais, qual é a filosofia de vida de uma mulher magnética;
  • Quais são as ações que você deve tomar desde o momento do encontro até na hora em que estiver se relacionando com o cara;
  • Qual é o comportamento social mais adequado que você deve passar a ter;
  • Como você deve olhar para sua história e o que fazer nas mais variadas situações em relação ao amor;
  • Como potencializar o seu poder de conquista.
  • Vai aprender como se relacionar com os homens, e como desmistificar esse “grande bicho de 7 cabeças” da maioria das mulheres;
  • Você vai saber absolutamente tudo o que eu sei sobre sexo,

E muito… muito mais…

Em outras palavras, trata-se de um processo de desenvolvimento da sua vida pessoal e amorosa que não consiste apenas em Atrair e Seduzir, mas também, de trabalhar a Autoestima e Autoconfiança que são capazes de fazer você transformar sua vida daqui para os próximos 30 Dias… Quer mais? Então tá… Você ainda terá acesso ao Clube da Mulher Magnética, onde poderá conversar diretamente comigo pelos próximos 30 dias (sem pagar nada a mais por isso)… Clique aqui agora e faça a diferença na tua vida, lindona.

É mole ou quer mais…? Te espero na primeira aula, lindona…

Vanessa de Oliveira.